Mesmo antes de me enveredar definitivamente por estes caminhos do mundo vinho, esta vinícola já era uma das minhas queridinhas, pela qualidade de seus vinhos. A Odjell é uma vinícola fundada pelo armador noruegues, Dan Odfjell, que durante uma viagem de barco, há 25 anos, se apaixonou pelo Vale do Maipo e por alí ficou, inaugurando sua vinícola, que hoje é tocada por seus filhos Dan Jr. e Laurence. Mas não é apenas uma vinícola! Existem vários conceitos por trás dela, como as práticas orgânicas e biodinâmicas (certificados desde 2013). Eles inclucive “importaram” cavalos noruegueses, os chamados Pôneis dos Fiordes, que é uma raça rara que ajuda nos trabalhos nos vinhedos.

Hoje a vinícola tem 85 hectares plantados no Maipo das uvas Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Syrah, Merlot, Carmenere. Mais
10 hectares no Vale do Maule, todos de Malbec e mais 20 hectares em Cauquenes, sul do Chile, de Carignan, Cabernet Sauvignon, Tannat, Tempranillo, Mourvedre e Petit Syrah. Com capacidade de 3 milhões de litros e uma produção 1 milhão, eles ainda são considerados uma vinícola média na produção. Mas na qualidade a coisa é grande, como em alguns vinhos que experimentei e conto abaixo. Os vinhos da Odfjell são trazidos pela Importadora World Wine.

 

Armador Cabernet Sauvignon 2014 – o vinho de entrada da vinícola, que é melhor que muito vinho que não é de entrada de outras vinícolas. Herbáceo, ameixa, baunilha muito sutil da madeira. Muito equilibrado e um ótimo vinho! R$ 81,40.

Capítulo 2014 – Um corte bem interessante de Carignan, Cabernet Sauvignon e Malbec. Vinho bem equilibrado, com um corte diferente de tudo o que já tomei. Acidez boa, frutas vermelhas, chocolate, tabaco, macio. Final longo. R$ 112,20.

Orzada Malbec 2011 – Se colocado junto com Malbecs argentinos, vai fazer bonito. Mas é um bicho diferente. Não tem aquela potência e estrutura do argentino. É mais elegante, acidez maior, taninos mais ásperos sem incomodar. Um Malbec diferente, que faz bonito! R$ 161,70.

Orzada Carignan 2014 – um vinho fantástico, com acidez muito presente, muita fruta vermelha, mentol. Encorpado, intenso e o melhor: sem interferência nenhuma de madeira pois não passa por barrica. Um vinho diferente e único. R$ 161,70

Aliara 2011 – Por muiot tempo foi o TOP da vinícola, at;e lançarem o ODFJELL. Um corte de Malbec, Cabernet Sauvignon, Syrah e Carignan. Aqui, o DNA Chileno se mostra mais presente. Mas sem exageros. A goiaba madura e o mentol são bem presentes, mas tem também framboesas, amoras e chocolate. Um vinho de muita guarda, fresco e de final longo! R$ 294,80.

 

Sem dúvida, uma vinícola que tem tudo para crescer cada vez mais pela qualidade dos seus vinhos, mas sem abrir mão de suas convicções e filosofia. É a Noruega fazendo bonito no vinho chileno!

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Siga o EnoDeco no Twitter!

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui